how to make gifs

Ultimas Notícias:

Cidades

NOTÍCIAS POLICIAIS

MUSICA

ENTRETENIMENTO

FOTOS DE NHAMUNDÁ

    Manaus- Assistente Social é baleada em tiroteio entre policiais e marginais na Compensa


    Manaus/AM - A assistente social Thammyrys Costa Alexandre, de 26 anos, morreu após ser baleada na costela nesta quarta-feira (20), durante uma troca de tiros entre policiais militares e assaltantes no bairro Compensa, zona Oeste. 
    De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos haviam cometido arrastões em paradas de ônibus na avenida Brasil e durante a fuga, entraram na Rua Corina Dantas do conjunto Xingu, de onde a vítima estava saindo em um carro Fiesta de cor cinza, quando aconteceu o tiroteio. 
    Segundo o delegado Gerson Aguiar, do 8º Distrito Integrado de Polícia, um dos bandidos teria tentado abrir a porta do carro da jovem mas ela acelerou e foi atingida, vindo a perder o controle do carro, que caiu em um barranco e colidiu com uma árvore. Thammyrys veio a óbito no local.
    Familiares de Thammyrys relatam que ela estava saindo de casa para ir a um salão de beleza para se arrumar para a formatura de Direito da irmã, a quem ela  ajudou a pagar a faculdade, com vendas de bolos em semáforos. Família e amigos estão inconsoláveis. 
    O delegado Gerson Aguiar informou que duas cápsulas de pistola foram recolhidas e serão periciadas para saber se o disparo que matou a assistente social saiu da arma dos assaltantes ou dos PMs. 
    Um adolescente de 17 anos foi apreendido, sendo encaminhado ao SPA Joventina Dias e em seguida será levado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). O outro suspeito conseguiu fugir pelo mato. 

    Banco da Amazônia tem R$ 600 milhões do Plano Safra para a agricultura familiar

    Agricultores familiares da região já podem acessar os recursos do Plano Safra 2016/2017 do Banco da Amazônia. A instituição tem disponível para o período R$ 600 milhões, recursos destinados a projetos agrícolas do Norte do país. Ao longo dos anos, o setor tem recebido investimentos consideráveis do Governo Federal e, com a chegada do mês de julho, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário lançou mais um Plano Safra da Agricultura Familiar. Para todo o país, a versão 2016/2017 do Plano prevê investimentos na ordem de R$ 30 bilhões, no período que vai de 1º de julho de 2016 a 30 de junho de 2017.

    Estratégica para a produção de alimentos e segurança alimentar dos brasileiros que residem no campo e na cidade, a agricultura familiar foi fundamental para retirar o Brasil do mapa da fome, fato reconhecido desde 2014 pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

    “O Plano Safra 2016/2017 chega para reafirmar esse compromisso do governo, essa conquista histórica. Entre outros motivos, só foi possível a saída do mapa da fome porque ampliou-se a produção de alimentos saudáveis, especialmente os de sistemas de produção de base agroecológica, garantiu-se crédito mais barato para os produtores e ampliou-se a oferta de políticas para a juventude rural na agricultura familiar”, explica Cristina Ferreira Lopes, gerente de Microfinanças e Agricultura Familiar do Banco da Amazônia.

    A cada ano, os recursos disponíveis no Plano Safra têm possibilitado ao agricultor familiar condições para dar robustez a seus negócios, especialmente na infraestrutura das propriedades, na ampliação, diversificação, comercialização e no aumento da produção de alimentos. Os investimentos possibilitam, ainda, a dinamização da economia local, gerando emprego e renda e estimulando a fixação do homem no campo.

    R$ 3,32 bilhões para a agricultura familiar
    Nas últimas cinco safras (2011/2012 a 2015/2016), o Banco da Amazônia aplicou R$ 3,32 bilhões na Amazônia, em 167.951 mil contratos. Somente no Plano Safra 2015/2016, foram carreados R$ 548,6 milhões em recursos até o mês de junho passado, em 18.973 mil contratos. Do total dessa safra, R$ 18,8 milhões foram investidos no Amazonas.

    Os recursos do Plano Safra, via Pronaf, tem ampliado o acesso ao crédito de jovens, mulheres, comunidades tradicionais, além de promover o fortalecimento de cooperativas e associações. O programa possui taxas de juros bastante atrativas, além de conceder bônus de adimplência para algumas linhas de financiamento. Mais informações sobre o Plano Safra e Pronaf podem ser obtidas no site www.bancoamazonia.com.br.

    Eleições 2016: saiba o que pode e o que não é permitido fazer durante a campanha eleitoral

    A eleição de 2016 vai ser diferente. Com regras novas, não apenas partidos e candidatos, mas também o cidadão deve ficar atento para não ferir as normas. 

    A grande mudança é que, pela primeira vez, pessoa jurídica (quem tem CNPJ) não poderá fazer doações. E o motivo é claro: romper compromissos de candidatos com empresas. Como elas sempre foram as grandes financiadoras, a novidade forçará uma campanha mais barata. Por causa disso, o período destinado à propaganda caiu pela metade. A campanha começa no dia 16 de agosto. 
    As manifestações nas ruas, promovidas pelos partidos ou pelos cidadãos, também são afetadas pelas novas regras. O objetivo é combater uma prática que sempre foi proibida: a compra do voto. Confira os principais tópicos que envolvem o cidadão:

    Placa
    Aquela velha imagem de placa de candidato nos quintais das casas não existirá mais. Este tipo de apoio foi banido da campanha. 

    – Havia grande multiplicação de placas e isto custava caro. Um dos objetivos da reforma política aprovada em 2015, além de reduzir os gastos de campanha, é buscar a igualdade entre os candidatos. As placas beneficiam quem tem mais poder econômico. Outro objetivo é evitar propostas de locação de espaço, o que é irregular. A prática caracteriza compra de voto – analisa José Alexandre Machado, assessor parlamentar na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e coordenador da obra recém-lançada: Eleições 2016 – o que Você Precisa (e Deve) Saber. 

    Bandeira
    As bandeiras são permitidas, mas não podem ser fixadas em lugar algum. Devem estar sempre com uma pessoa, seguindo a mesma lógica de evitar locação de espaço. A tradição do bandeiraço nos semáforos não tem problema. Só não vale fixar a bandeira em carro, moto ou bicicleta e sair passeando com ela pela cidade.
    Adesivo
    Os adesivos ficaram pequenos. Para carros, a legislação estipulou o tamanho máximo de 40 cm x 50 cm. Tentar colocar vários adesivos próximos uns dos outros para aumentar a visibilidade da propaganda não vai passar. A regra estabelece que só um adesivo pode ser visto quando se olha de uma única vez. Nas casas, tanto papel quanto adesivo devem medir até meio metro quadrado e podem ser colocados em janela, muro ou parede. É vedado colar em placas.
    Carro
    Não é mais permitido envelopar os carros. É possível apenas cobrir o vidro traseiro com plástico perfurado, que mantém a visibilidade externa para quem está no interior do veículo e exibe a propaganda para quem está vendo do lado de fora.
    Trabalho na campanha
    Previsto em outras eleições, o trabalho do cidadão em campanha só pode acontecer mediante contrato firmado com o candidato. Este documento é específico para eleição, não gera vínculo empregatício ou arrecadação previdenciária. E os ganhos devem seguir as práticas de mercado, proporcionais ao número de horas trabalhadas. O contrato é obrigatório também para quem vai ajudar de forma voluntária.

    Machado explica que, neste ano, o teto de gastos é estipulado pela Justiça Eleitoral e não mais pelos partidos. Tudo deve caber ali dentro e não ultrapassar o valor máximo, inclusive o montante que seria pago pela atividade que estará sendo realizada de graça por simpatizantes. O candidato vai emitir recibo eleitoral e incluir esta parte também na prestação de contas.

    Nas cidades onde haverá um turno apenas, o teto de gastos é de 70% do maior valor gasto na campanha de 2012 por município. Onde haverá dois turnos, o percentual é de 50% no primeiro turno e 30% no segundo turno.
    Doações
    Até a eleição passada, pessoas jurídicas (quem tem CNPJ) podiam fazer doação no limite máximo de 2% do faturamento bruto do ano anterior. Agora, só pessoa física pode e no valor máximo de 10% dos ganhos declarados no Imposto de Renda de 2015.

    – Os candidatos devem ter dois problemas para arrecadar fundos. Um é a proibição da participação de pessoas jurídicas. Nas eleições passadas, 80% dos gastos eram oriundos de pessoa jurídica. O segundo é a falta de estímulo do cidadão em realizar doações pela desconfiança em relação à classe política. O fundo partidário, que é repassado ao partido nacional e redistribuído internamente, mal cobre as despesas operacionais – explica José Alexandre Machado.
    Manifestação de preferência por candidato
    O cidadão pode manifestar, em caráter público ou privado, a preferência eleitoral a qualquer tempo. O mesmo não vale para os que têm interesse em concorrer. O período das convenções começa em 20 de julho e se estende até 5 de agosto. 

    Antes do registro das candidaturas, os prováveis candidatos só podem se apresentar como pré-candidatos e estão impedidos de pedir votos, mas podem exaltar suas qualidades.

    Esta é uma mudança para este ano, a instituição da fase de pré-campanha, já que o período oficial foi reduzido de 90 para 45 dias. Segundo Machado, muitos não perceberam e não aproveitaram esta fase como poderiam. A propaganda eleitoral será permitida a partir do dia 16 de agosto.
    Propaganda eleitoral
    Como o período da propaganda eleitoral gratuita em rádio e televisão caiu de 45 para 35 dias, o formato também mudou. O conteúdo ficou mais diluído na programação. Antes, eram dois blocos de 30 minutos, duas vezes ao dia. Agora, serão dois blocos de apenas dez minutos. Por outro lado, o tempo de inserções por dia aumentou de 30 minutos para 70 minutos. Para Machado, o grande meio de comunicação eleitoral serão mesmo as redes sociais. A campanha eleitoral na internet será permitida a partir de 16 de agosto. Mas não vale tudo, como alerta o especialista:

    – As redes tanto poderão difundir o candidato para o bem quanto para o mal, e a corrente do mal corre mais rapidamente do que a do bem. A propaganda caluniosa vai ser muito bem punida pela Justiça Eleitoral e pela Justiça comum. O cidadão vai ser responsabilizado desde a origem até o último compartilhamento por fatos não verídicos. A lei não isenta a pessoa que só compartilha. Acredito que os próprios candidatos vão monitorar de forma intensiva – afirma.
    No dia da eleição
    Segundo a Lei Eleitoral, no dia 2 de outubro é permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato. A manifestação poderá ocorrer pelo uso de bandeiras, broches e adesivos. No dia do pleito, até o horário de votação, é vedada a aglomeração de pessoas portando roupas padronizadas e instrumentos de propaganda, caracterizando manifestação coletiva, com ou sem a utilização de veículos


    NHAMUNDÁ GANHA UNIDADE MÓVEL ODONTOLÓGICA


    O muncicipio de Nhamundá foi contemplado com uma Unidade Móvel Odontológica totalmente equipada. Nossa equipe entrou em contato com o prefeito Nenê Machado e ele falou da importância desta unidade móvel para Nhamundá. " Fico feliz pelo meu povo, pela cidade onde eu nasci e moro até hoje. Esta unidade móvel é de uma importância tremenda e vai atender a zona urbana e rural". Disse Nenê.
    A unidade móvel encontra-se em Manaus e está liberada para ser deslocada até Nhamundá.
    O veículo odontológico faz parte do programa Brasil sorridente e foi um convênio com o Ministério da Saúde.

    O secretário de governo na capital Lídio Bindá está em Manaus com o prefeito e informou que está equipada com:

    01- Compressor para uso odontológico com sistema de filtragem
    02- Aparelho de raio X
    03- Conjunto peças de mão: Micro-motor com peças reta e contra ângulo e alta rotação
    04- Gabinete odontológica composto de:
    4.1- Cadeira odontológica
    4.2- Equipo Odontológica
    4.3- Refletor odontológica
    4.4- Unidade auxiliar odontológica
    4.5- Mocho odontológico
    5- AUTOCLAVE.
    Por: Sidinaldo Guerreiro

    Foto: Lídio Bindá

    Mulher Melão sensualiza de camiseta molhada na web

    Mulher Melao Foto-Reprodução-Instagram


    Mulher Melão deu uma de gata molhada nesta sexta-feira, 18. De camiseta branca molhada - logo transparente -, a funkeira posou para uma foto sensual publicada em sua conta no Instagram. Admirados, os seguidores da gata deixaram elogios na postagem. "Nossa, que espetáculo", escreveu um. "Sua linda", elogiou outro. "Quem dera se eu estivesse aí com você", sonhou o terceiro.





    Lembre filmes brasileiros que ficaram perto do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro

    O filme sucesso de crítica e bilheteria Que Horas Ela Volta?, dirigido por Anna Muylaert, ficou de fora da disputa do Oscar de melhor filme estrangeiro do próximo ano. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou uma lista prévia de nove nomes na quinta-feira (17).

    Com a notícia, a outra chance do Brasil ganhar a estatueta agora é na categoria de melhor animação, em que o longa O Menino e o Mundo, de  Alê Abreu, concorre a uma indicação ao Oscar com 16 filmes pré-selecionados. Os indicados serão anunciados no dia 14 de fevereiro.

    Não é a primeira vez que o cinema brasileiro com atores reais (o chamado live-action) chegou perto na diputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro: a lista dos indicados começa em 1963, com O Pagador de Promessas, dirigido por Anselmo Duarte. Antes de Que Horas Ela Volta, a última indicação brasileira a melhor filme estrangeiro tinha sido em 1999, com Central do Brasil. Relembre:

    1- O Pagador de Promessas (1962)

    A lista dos indicados começa em 1963, quando O Pagador de Promessas, dirigido por Anselmo Duarte, concorreu ao prêmio de maior prestígio do cinema e perdeu para uma produção francesa, Sempre aos Domingos, do francês Serge Bourguignon. Este é até hoje o único filme brasileiro a conquistar um dos mais importantes prêmios cinematográficos, a Palma de Ouro do Festival de Cannes, na França. O filme narra a história de Zé do Burro, homem humilde que enfrenta a intransigência da Igreja ao tentar cumprir uma promessa feita em um terreiro de candomblé, após carregar uma pesada cruz de madeira por um longo percurso.

    2- O Quatrilho (1995)

    A segunda indicação do Brasil a melhor filme estrangeiro ocorreu em 1996, mais de três décadas após a “estreia” na categoria. O filme O Quatrilho, de Fábio Barreto, se passa no início do século 20, numa comunidade rural do Rio Grande do Sul. Ali, os dois casais vivem na mesma casa, até que a esposa (Patrícia Pillar) de um (Alexandre Paternost) se interessa pelo marido (Bruno Campos) da outra (Glória Pires). Os amantes decidem fugir. O filme perdeu para o holandês A Excêntrica Família de Antonia, de Marleen Gorris.

    3- O Que É Isso, Companheiro? (1997)

    O filme concorreu ao Oscar de melhor filmes estangeiro em 1998. O filme é baseado no best-seller homônimo lançado em 1979 pelo jornalista, escritor e político Fernando Gabeira. A história relembrava a participação de Gabeira na luta armada dos anos 1960 e no sequestro do então embaixador americano, Charles Elbrick. O elenco do longa tinha Pedro Cardoso, Fernanda Torres, Cláudia Abreu, Matheus Nachtergaele, Luiz Fernando Guimarães e tem uma participação especial de Fernanda Montenegro e do ator norte-americano Alan Arkin no papel de Charles Burke Elbrick.

    4- Central do Brasil (1999)

    O longa-metragem Central do Brasil (1999), de Walter Salles, além de ter sido indicado ao prêmio de melhor filme estrangeiro, concorreu na categoria de melhor atriz, pela atuação de Fernanda Montenegro. O longa de Salles marcou a segunda indicação seguida do Brasil ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Mas o filme não foi premiado em nenhuma das categorias em que concorreu. O filme perdeu para A Vida É Bela, de Roberto Benigni. A dama do teatro perdeu de Gwyneth Paltrow, embora, pelo menos por aqui, tenha sido eleita a “campeã moral” da disputa.

    5 - Hoje eu quero voltar sozinho (2015)

    O filme de Daniel Ribeiro, foi escolhido em 2015 para concorrer ao melhor filme estrangeiro. Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.



    O filme Que horas ela volta? pode ter ficado de fora da lista do Oscar, mas ainda pode ganhar na categoria da Critic's Choice Awards, premiação organizada pelos críticos cinematográficos dos EUA e do Canadá que acontece no dia 17 de janeiro de 2016.

    Além disso o filme foi o vencedor de diversos prêmios nacionais e internacionais. Entre os prêmios Regina Casé e Camila Márdila ganharam o Prêmio Especial do Júri Pela Atuação do Festival de Sundance. Em Berlim, o longa ganhou Prêmio do Público de Melhor ficção na Mostra Panorama. O filme recebeu prêmios também em Lima, Amsterdam, Moscou, entre outros.
    Por: Agência Brasil

    Lula disse, em depoimento à PF, que não indicou diretores da Petrobras

    Foto/divulgação
    O Supremo Tribunal Federal liberou na sexta-feira (18) o conteúdo do depoimento do ex-presidente Lula na Operação Lava Jato.
    O ex-presidente Lula foi ouvido no inquérito da Lava Jato, que apura se foi mesmo montada na petrobras uma organização criminosa envolvendo políticos e fraudes nas licitações da estatal. Lula não é investigado. o depoimento dele foi autorizado pelo ministro Teori Zavascki na condição de informante.
    No depoimento, de nove páginas, o ex-presidente disse que não participava do processo de escolha dos dirigentes da Petrobras, que os nomes dos indicados eram levados pelos partidos por ministros de Estado. Um deles era o ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu, que foi preso pela Operação Lava Jato.
    Lula também negou ter discutido com integrantes do Partido Progressista a permanência de Paulo Roberto Costa na diretoria da Petrobras.
    O ex-presidente reconheceu que tinha relação de amizade com o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que também está preso. Mas disse que não acredita que João Vaccari Neto recebesse para o partido um percentual de contratos firmados na Petrobras.
    Ele também disse que não acredita que ricardo pessoa, dono da construtora UTC e também delator da Lava Jato, tenha repassado valores a Vaccari, como o empreiteiro afirmou em depoimento.
    Para Lula, essa afirmação foi feita para que Ricardo Pessoa obtivesse benefícios por meio da delação premiada.
    Lula contou ainda que conheceu o empresário José Carlos Bumlai, também preso recentemente, em dois mil e dois em uma fazenda dele.
    Ele reconheceu que tem com ele uma relação de amizade e que algumas vezes Bumlai se hospedou na Granja do Torto, residência oficial da presidência, mas nunca no Palácio da Alvorada. No entanto, disse que nunca tratou com o empresário sobre a contratação de um empréstimo para o PT, como apontam as investigações da Lava Jato.
    Lula afirmou que não tinha conhecimento dos fator revelados na Operação Lava Jato e que não acredita que os partidos da base aliada tenham obtido vantagens indevidas em contratos da estatal e atribuiu as denúncias a um processo de criminalização do PT.
    Vladimir NettoBrasília, DF/G1