how to make gifs

Ultimas Notícias:

Cidades

NOTÍCIAS POLICIAIS

MUSICA

ENTRETENIMENTO

FOTOS DE NHAMUNDÁ

MANAUS- Tony Medeiros cobra da Polícia Federal, MPF e Ministério da Pesca fiscalização no cadastramento do seguro defeso



O deputado estadual Tony Medeiros (PSL) trouxe para discussão com os demais parlamentares da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), o cadastramento e recadastramento do Seguro Defeso, tema polêmico que envolve a classe de pescadores do Amazonas.

O tema, segundo Tony Medeiros, já foi abordado em sessão anterior e, na ocasião, solicitou uma investigação sobre esse benefício enviando à Polícia Federal (PF), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério da Pesca expediente requerendo por intermédio da Mesa Diretora da Casa e, na forma regimental, para que essas instituições realizassem fiscalizações quanto ao cadastramento e recadastramento dos pescadores beneficiados pelo Seguro Defeso no sentido de erradicar possíveis fraudes no processo.

Na ocasião, Tony Medeiros afirmou que haviam 77 mil pescadores cadastrados e, com esse recadastramento, o Estado ultrapassaria o total de pescadores em mais de 100 mil cadastrados.

Tony Medeiros denunciou ainda que o Seguro Defeso, em parte, não estava cumprindo com a sua função, até porque ele é um auxílio financeiro para que o pescador artesanal complemente a sua renda, mas infelizmente, existem pessoas que estão se aproveitando desse momento, que não tem nada a ver com a classe dos pescadores e passam a receber o benefício indevido.

O deputado Tony Medeiros disse que vai continuar a denunciar da Tribuna as falcatruas que possam estar acontecendo e que podem prejudicar a classe, pois as denúncias continuam chegando e, isso, é apenas a ponta do “iceberg”. Ele exemplificou a denúncia feita pela presidente do Sindipesca onde diz que está ocorrendo fraude no seguro defeso, prática criminosa essa que está acontecendo há bastante tempo no município de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus).

Para Tony Medeiros esse é apenas um caso. “Essa é uma prática que se espalhou em todo o Estado e também na capital com denúncia de cobrança de propina para se fazer o Seguro Defeso, caixa dois para eleger políticos com a utilização desse benefício. Por isso estou da Tribuna dessa Casa para fazer esse alerta e solicitar que os órgãos competentes façam fiscalização para evitar que as fraudes continuem”. 
Fonte e foto: Assessoria Tony Medeiros

OBRIGADO PELA VISITA!